NUTRICARE



A palavra Psicoterapia vem do grego psychē (psique, alma, mente) e therapeía (método de tratamento em saúde), e que consiste numa área de atuação da Psicologia focada na busca do equilíbrio psíquico do sujeito. A Psicoterapia pode ser realizada com qualquer faixa etária: crianças, adolescentes, adultos e terceira idade.

Normalmente ocorre muito preconceito em torno da palavra “psicólogo”, o que acaba deixando muitas pessoas envergonhadas para fazer uma Psicoterapia, ou, ainda, rotulam que é um espaço para “loucos”. Com isso, elas acreditam que podem resolver todos os seus problemas sozinhos e não buscam a ajuda de um profissional da área.

Algumas questões não conseguem ser compreendidas ou resolvidas somente pelo sujeito, então surge algo “inexplicável” (como um sentimento de vazio ou tristeza, por exemplo), e a pessoa fica sofrendo, ao invés de procurar a ajuda de um psicólogo.

O contrato de sigilo estabelecido entre o profissional e o paciente assegura o tratamento, pois as questões discutidas na Psicoterapia não são levadas a outras pessoas, como outros profissionais, ou cônjuges, por exemplo. Mesmo no caso de crianças e adolescentes, os pais só saberão aquilo que o paciente autorizar.

Na Nutricare, o trabalho do psicólogo pode ser direcionado a:

  1. Questões inerentes aos transtornos alimentares (anorexia e bulimia, por exemplo);
  2. Questões inerentes à obesidade;
  3. Trabalho na aceitação de patologias, como diabetes, hipertensão, e conscientização da nova identidade;
  4. Compreensão do “significado da doença”;
  5. Acompanhamento pré-cirúrgico – conscientizar e preparar o paciente para as mudanças (físicas, psíquicas e sociais) decorrentes da cirurgia bariátrica;
  6. Acompanhamento pós-cirúrgico – adaptação ao novo esquema corporal, hábitos alimentares e modo de vida, com várias restrições.
  7. Orientação familiar;
  8. Desenvolvimento da auto-estima;
  9. Construção da auto-imagem “magra”;
  10. Compulsão alimentar – processos psicológicos ligados à compulsão, como: depressão, culpa, angústia;
  11. Trabalho voltado para a ansiedade – que faz com que a pessoa coma exageradamente e sem controle, ou o contrário, perca o apetite e ocorre a perda de peso significativa;
  12. Recuperar a qualidade de vida;
  13. Conscientização de emoções, sentimentos ou conflitos não aceitos;
  14. Proporcionar a individuação – tornar-se si mesmo, uno, indiviso, “retornar à sua essência enquanto ser humano”.

A Psicoterapia ocorre em sessões semanais fixas de 50 minutos, ou duas vezes na semana nos quadros graves. A duração vai variar a cada caso. No caso de Psicoterapia infantil ou com adolescentes, pode haver sessões de orientação familiar com os pais ou responsáveis.

Samanta Nunes
Psicóloga
CRP 03/6735